Caso Gustavo Salick

Um interessante caso de pouso ocorrido em Antonina (PR), em 1982

Em vermelho a cidade de Antonina, no mapa do Estado do Paraná

Introdução
O Estado do Paraná é muito rico em ocorrências ufológicas. No estado destacam-se registram-se inúmeros casos de observação de estranhos objetos voadores, pousos e contatos com tripulantes destes objetos. Um dos casos mais interessantes envolveu uma família que encontrava-se em um sítio na região de Antonina, no litoral paranaense. Transcrevemos a seguir trechos do depoimento de Gustavo Salick, publicado na revista Planeta - Especial Ufologia - de março de 1984:
"Em meados de julho de 1982, um amigo da família, o senhor Wildegart, e meus dois filhos, Daniel e Paulo Augusto, a o fazerem um passeio pelo campo, se depararam com uma clareira na mata virgem. A vegetação estava morta e inteiramente seca até as raízes, e a clareira era exatamente circular. A área queimada possuía a forma de um cone truncado, tendo o circulo superior um diâmetro de aproximadamente 14m, e o inferior, de 7m.
Via-se nitidamente que o circulo superior tinha, na parte externa, arvores verdes, sendo que os galhos do interior do círculo estavam secos. A vegetação rasteira permaneceu morta e seca por seis meses, mas as árvores - de 10m de altura - estão secas até hoje (29/11/1983). Agora, no solo do circulo interno, nasceu uma nova vegetação rasteira. E, ao longo de uma picada, pode-se notar alguma vegetação seca, esporádica, a uma distância de até 100 metros do circulo. Convém lembrar que esta região litorânea, com chuva freqüente, está recoberta de um verde abundante, não existindo vegetação seca. 

                          Matéria completa no site: